Pintura e Música de mãos dadas

Pintura e Música de mãos dadas

274804266_ce7561ed55_z

O concerto de aniversário da Unânime Praiense marca pontos pela originalidade, já que será capaz de mostrar que as várias manifestações artísticas podem andar de mãos dadas. É que durante o concerto a pintora Margarida Madruga irá conceber um quadro, que depois será leiloado. A receita reverterá a favor da Sociedade Filarmónica Unânime Praiense.

Segundo o maestro Ruben Silva, esta ideia já tem alguns anos, no entanto só agora foi possível concretizá-la, pelo facto da pintora estar na ilha nesta altura.

Ao Tribuna das Ilhas, Margarida Madruga explica que esta ideia surgiu após umas experiências realizadas noutros tempos, na Fábrica da Baleia, onde levou alunas suas a pintar enquanto escutavam música e ouviam poemas. Mais tarde, na Graciosa, fez uma experiência semelhante, pintando enquanto escutava poesia, e procurando dar cor e textura na tela às palavras que escutava. Agora, com a Unânime Praiense, está segura de que a experiência será mais um desafio: “vou experimentar uma coisa nova, e tentar perceber o que é que aquela música induz em mim. Não faço ideia do que vou fazer, e será com certeza muito subjectivo, pois não há nada mais subjectivo do que a música”, explica.

A pintora mostra-se também muito satisfeita pelo facto do quadro ir ser leiloado, com a receita do leilão a reverter a favor da Unânime, uma instituição cultural “que precisa e merece” o nosso apoio. “Assim posso dar um bocado e mim, o que é sempre fantástico, porque o que recebo em troca das pessoas, o seu reconhecimento e o seu carinho, é óptimo”, confessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *